#htmlcaption1 Assista-nos ao vivo pelo Twitch! Clique aqui! Inscreva-se no nosso canal do Youtube! #htmlcaption2 O Vinha de Luz agradece sua visita.

terça-feira, 21 de abril de 2015

Algumas questões para reflexão do estudo de hoje, 21/04/2015



Algumas questões para reflexão do estudo de hoje, 21/04/2015.

Boa noite, assistindo ao estudo ao vivo, senti a necessidade de compartilhar algumas reflexões, deixo então para o comentário de todos.
abraços,
Alexandre

Abraão teve a sua fé questionada, ao ser influenciado para sacrificar o seu filho Isaac.
Quem será que influenciou a mente de Abraão? Sofremos também estas mesmas influências? O Alto espera de nós este sacrifício? Qual o verdadeiro sacrifício que Jesus espera de cada um de nós?

Teríamos como alterar as nossas disposições milenares, nossas gravações psíquicas, através de mudança sincera, sem nada sentir?

Frase: " Quando a coisa aperta, o carro anda e ai não podemos relaxar!"

Nas obras de André Luiz, ele já em atividade no trabalho, em algum momento ele precisou de energias humanas?

Frase: " Já é hora de nos tornarmos médicos de nós mesmos"
Frase:" A nossa vontade nos escraviza..." A se eu pudesse...!

Porque na Era Romana, com tantos Deuses e Estatuas, os pedidos não eram resolvidos para todos?

Frase: "Jogue a sua vaquinha no precipício!"

Porque os espíritas não querem ler e estudar as obras de André Luiz?

Porque o Governador de Nosso Lar resolveu retirar o uso da carne como alimentação? de onde vinha a carne utilizada em Nosso Lar?

Frase: "Não há diferença entre o plano espiritual e o físico, dependerá da faixa de vibração que estivermos..."

Frase:" O Conhecimento liberta e os desafios deixam de ser sacrifício, pois haverá planejamento para as ações..."

Bom estudo a todos!

quinta-feira, 16 de abril de 2015

Resenha: Os Mensageiros



OS MENSAGEIROS
FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER
EMMANUEL

DITADO POR ANDRÉ LUIZ
ISBN: 9788573283112
Páginas: 328
Lançamento: 1944
Preço: R$30.00
Editora: Federação Espírita Brasileira;
Pontuação: ( 3/5 )
"Este livro revela que a morte física descortina a vida espiritual em contínua evolução. Em cinqüenta e um capítulos relata as experiências de vários espíritos que reencarnaram com trabalhos programados, necessários aos seus próprios aprimoramentos. Trata ainda de temas como: culto do Evangelho no lar, os benefícios da prática do bem, invigilância e medo da morte. O autor espiritual evidencia a oportunidade de trabalho dos médiuns, alertando-os quanto à necessidade da prática dos ensinamentos na esfera íntima, a fim de se evitar o retorno ao Plano Espiritual sem o cumprimento dos compromissos assumidos.” 

Diferentemente de Nosso Lar, Os Mensageiros não é tão popular, mesmo entre pessoas da Doutrina. Sempre me perguntei o motivo, e nunca fez muito sentido para mim que outras obras, da mesma coleção, fizessem mais sucesso que este, que é o segundo, logo depois do Nosso Lar, na cronologia de André Luiz. A resposta veio logo que cheguei na primeira dúzia de páginas do livro. A narrativa é bem menos cativa que a de Nosso Lar e, desse modo, anda num passo mais lento. Claro que isso não significa que o livro seja menos instrutivo, em questão de doutrina, muito pelo contrário, mas torna a apreensão do conteúdo mais trabalhosa.

A respeito da história, André Luiz, dessa vez, é levado a conhecer o Ministério das Comunicações em Nosso Lar, e por lá conhece Vicente, que o acompanhará ao longo de toda história, e Aniceto, responsável pela instrução espiritual ao longo do livro. Os personagens saem de Nosso Lar para conhecer melhor outras esferas do mundo espiritual, cruzando regiões umbralinas e, inclusive, sobre a crosta terrestre. São apresentadas e estudadas diversas situações de nosso próprio cotidiano (como encarnados) como a realização do Evangelho no Lar ou no processo de desencarne de algum parente próximo.

"Sentou-se à ponta da mesa e, depois de pensar um pouco, pediu a Neli, de nove anos, que fizesse a oração inicial, pedindo a Jesus o esclarecimento espiritual. Todos os trabalhadores espirituais sentaram-se, em respeito. Isidoro e alguns outros companheiros mais ligados ao casal ficaram ao lado de D. Isabel, sendo quase vistos e ouvidos por ela

Antes que eu perguntasse, Aniceto explicou, em voz quase imperceptível:

 - Aquele é o nosso irmão Fábio Aleto, que vai dar a explicação espiritual do texto lido. Aqueles que estiverem no mesmo grau dele poderão ouvir seus pensamentos, mas os que estiverem em posição inferior, receberão as explicações como os encarnados, isto é, pelas palavras de Isabel. " Passagem a respeito do Evangelho no Lar


Como já disse, o conteúdo doutrinário desse livro é muito mais denso, e de certo modo mais instrutivo, que Nosso Lar. Então cada capítulo demanda certa disciplina do leitor de parar e refletir a cerca do que é comentado. Assim, ler antes de dormir não é sempre uma boa ideia, principalmente se você é como eu e praticamente desmaia quando deita a cabeça no travesseiro. Hahaha

Mas vale a leitura, principalmente se você é curioso com essas questões da vida no plano espiritual. São 51 capítulos, com lições diferentes, de aproximadamente 4 a 7 páginas cada. Pessoalmente, minha parte favorita foi mais ao final, quando eles chegam na Crosta Terrestre e começam a narrar situações que podemos perceber no nosso cotidiano. Foi daí em diante que a leitura começou a caminhar com fluidez de verdade.


segunda-feira, 13 de abril de 2015

Preleção para mediúnica – 11/04



Preleção para mediúnica – 04/11

Áulus amigo, os companheiros que visitamos são, porventura, grandes iniciados na revelação divina?
O interpelado estampou um gesto de bom-humor e respondeu:
Não. Achamo-nos ainda muito longe de semelhantes apóstolos. Vemo-nos aqui na companhia de quatro irmãs e seis irmãos de boa-vontade. Naturalmente, são pessoas comuns. Comem, bebem, vestem-se e apresentam-se na Terra sob o aspecto vulgar de outras criaturas do ramerrão carnal; no entanto, trazem a mente voltada para os ideais superiores da fé ativa, a expressar-se em amor pelos semelhantes. Procuram disciplinar-se, exercitam a renúncia, cultivam a bondade constante e, por intermédio do esforço próprio no bem e no estudo nobremente conduzido, adquiriram elevado teor de radiação mental.
Em nos reportando aos nossos companheiros, possuímos neles almas regularmente evolutidas, em apreciáveis condições vibratórias pela sincera devoção ao bem, com esquecimento dos seus próprios desejos. Podem, desse modo, projetar raios mentais, em vias de sublimação, assimilando correntes superiores e enriquecendo os raios vitais de que são dínamos comuns.”

Neste pequeno trecho retirado do Cap.II do livro “Nos Domínios da Mediunidade”, poderemos retirar alguns nortes determinados por Aulus, instrutor de Andrè Luiz nesta obra, no que diz respeito a nossa busca de sintonia com o alto através da prece e vigilância permanente de nossos pensamentos e atitudes.
Não há milagres, o determinante para elegermos nossas companhias espirituais serão sempre as nossas próprias construções, então vejamos as dicas deste trecho:
  • mente voltada para os ideais superiores da fé ativa;
  • procuram disciplinar-se;
  • exercitam a renuncia;
  • cultivam a bondade constante;
  • esforço próprio no bem;
  • estudo nobremente conduzido;
  • esquecimento dos seus próprios desejos;
Consequências deste esforço:
  • adquiriram elevado teor de radiação mental;
  • projetam raios mentais em vias de sublimação;
  • assimilam raios superiores;
  • enriquecendo os raios vitais de que são dínamos comuns;
Quer uma prece com alcance e companhias espirituais do alto, pense nisso!

domingo, 12 de abril de 2015

Vídeos: resumo da semana (12/04/2015)



Clique aqui para ir à fonte
Boa tarde pessoal!

Trago neste post os vídeos dos estudos realizados no Vinha de Luz nos últimos sete dias.

Bom estudo e boa reflexão à todos!










Estudo terça-feira 07.04.2015 Tema: eu, médico de mim mesmo.

 Estudo ESDE 12.04.2015 O fenômeno mediúnico através dos tempos.


Curta nossa página no Facebook! Assista-nos pelo Youtube! Siga-nos no Twitter! Veja nossas fotos!

 
Powered by Blogger